quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Ministério x Trabalho



Simon Potter (*)

Muitos irão para as nações de uma forma diferente do que estão pensando.

“Aqueles que pregam o evangelho vivam do evangelho”. Aqui ele está falando sobre o direito que aqueles que pregam a Palavra de Deus têm: viver do evangelho. O obreiro é digno do seu salário, isso é um principio bíblico.

Entretanto, também não há nada errado em pregadores trabalharem. Era o que Paulo estava fazendo em Atos 18:1-3.

Pode ser que através deste o veículo, o trabalho, você encontre o caminho para as nações.

Embora ainda muitas vezes alguns fiquem envergonhados, porque são pastores e ainda estão trabalhando em algum outro emprego, e pensam: ”eu preciso estar em tempo integral no ministério”. Mas, saiba que você já está.

Ministério não é algo que a gente desliga e liga. No trabalho você está no ministério, você está lidando com pessoas.

Paulo não se envergonhava de trabalhar, fazendo tendas. Ele sabia que quando começou uma nova obra, não queria ser um julgo para aquela plantinha pequena, que ainda não pode produzir fruto para sustentá-lo, pelo contrário, ele que deveria produzir fruto para sustentar aquela plantinha, e isso significava "dobrar as mangas" e trabalhar.

Talvez, você pode pensar: “eu não tenho muitas qualificações”. Mas você não precisa de muitas qualificações para varrer a rua. Se isso é o que é necessário para implantarmos uma obra, em um lugar que nunca ouviu a Palavra de Deus, então vamos fazer. Quem sabe quantas pessoas vamos ter a oportunidade de conhecer enquanto varremos a rua?

Muitas vezes, a gente vem com esses pensamentos falsos dividindo a obra de Deus e o trabalho secular, mas é tudo uma coisa só: a obra de Deus. A Bíblia não conhece essa divisão, Jesus não conheceu essa divisão, Paulo não conheceu e Pedro também não. Nunca existiu isto para eles, porque para os judeus a vida é inteira, não dividida em pequenos pedaços.

Alguns pensam: ”Estou traindo minha chamada. Porque eu sei que tenho uma chamada. Eu posso ter uma chamada e trabalhar? ” Não somente pode, mas algumas vezes você deve, ou vai haver prejuízo sério para aquilo que você está fazendo, assim como para a sua família, seus filhos.

Crescer com o pensamento que servir a Deus, ser missionário, é não ter boas roupas, viver numa casa horrorosa, porque vive pela fé, porque somos pioneiros, é extremo e é errado.

Eu sei que, dependendo do lugar para onde Deus lhe enviar, haverá tempos que, às vezes, não terá tudo que tinha antes. Paulo passou por isso, ele dizia que sabia o que é ter falta, ele sabia como humilhar-se a si mesmo, ele sabia como não comer muito. Você já pensou que Deus pode lhe enviar para algum lugar onde não tem churrasco lá?

Talvez você terá que ir sem algumas coisas, mas isso não é traição a sua chamada, nem é negar o seu ministério, se você tem a possibilidade de trabalhar com as suas mãos. Trabalhe e terá provisão.

A palavra do Senhor para você hoje é: olhe para as suas mãos, aí está o seu suprimento.

Seu trabalho, profissão, atual emprego ou até mesmo estudos podem ser as chaves que Deus usará para lhe abrir as portas para as nações.



*Missionário Associado, casado com Adriana Potter, residem na Inglaterra.

3 comentários:

PALAVRA VIVA E EFICAZ disse...

parceiro enviei um e-mai l pra ti, mande resposta quando puder ok..

Blog de Fernando C. Nogueira disse...

Texto abençoado. Tema controvertido porém cuja resposta para cada um que possui tal chamado sempre será a direção e promessa do Senhor.

Nos vemos nas nações.

Em Cristo Jesus, o Senhor,

Fernando C. Nogueira

Laura Pinheiro disse...

lindo texto, é verdade.
gostei muito da frase: Ministério não é algo que a gente desliga e liga. a verdade é que em qualquer lugar que estejamos seremos sempre filhos de Deus, e em qualquer lugar podemos exercitar nosso ministério.

depois de uma passadinha no meu blog!

fique na paz!